“Bem aventurado o pobre de espírito porque dele é o reino dos céus”…Tenho que confessar algo: cresci na igreja, mas nunca havia entendido bem essa citação das escrituras. Eu ficava bem confusa com essa declaração, pensando sobre o que isso poderia ser.

Mas, estudando sobre um dos mais famosos ensinamentos de Jesus descritos na bíblia, o sermão do monte, aprendi finalmente do que Ele estava falando. E é sobre essa grande bem aventurança que vamos falar aqui.

Pobreza de espírito é o estado de todo ser humano, porém bem aventurados são aqueles que reconhecem o quão pobres são em si mesmos e que não há nada que possam produzir que mude esse estado. É reconhecer nossa falta e carência diante de Deus.

Pobreza é a falta do necessário à vida. Quando olhamos para nós e nos deparamos com a  inabilidade de produzir vida em nosso próprio espírito, somos levados ao reconhecimento da pobreza espiritual. Não podemos comparar-nos a outras pessoas para justificar nosso “nível”  de vida interior, precisamos nos comparar a palavra de Cristo e nos contrapondo a ela, só nos resta admitir que não podemos andar em tão elevado padrão sem ajuda, ou seja, não alcançamos ainda o essencial e tampouco podemos faze-lo sem a intervenção do próprio Deus.

Há tanto que Deus deseja fazer em nós e através de nós. Olhando para os evangelhos somos confrontados com o estilo de vida que Jesus nos chamou a viver e a autoridade que Ele nos deu para fazer até mesmo, obras maiores do que Ele mesmo fez. Porém nós nos acostumamos com a vida e permitimos que coisas do dia a dia adormeçam nosso coração, nos acostumamos com a mediocridade. Viver no estado de pobreza espiritual significa viver em uma área de desconforto. Reconhecer que o que temos é insuficiente e precisamos constantemente de mais de Deus, estando inconformados com qualquer coisa que seja menos do que plenitude. Jesus nos diz que se nós que somos maus sabemos dar boas dádivas aos nossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lhe pedirem. Essa fome, é justamente para que Ele nos dê mais.

Ser pobre de espirito é reconhecer que não podemos amar o nosso próximo como a nós mesmos sem a ajuda de Deus, assim como não podemos curar o enfermo ou se compadecer do necessitado, estender misericórdia ou ser manso… Quão escassos dessas riquezas somos em nós mesmos e somente com a ajuda de Deus podemos viver essa realidade. O que temos comparado ao que está disponível a nós, só nos faz perceber que não temos nada.

Podemos conhecer a Deus muito mais do que conhecemos hoje, se o conforto não for maior do que a pobreza Há mais de Deus acessível a nós e Ele está nos chamando a andar em uma nova realidade, Ele está nos convindo a subir ao monte do Senhor e conhece-Lo. Quando experimentamos a dor da separação, a dor da distância daquilo que poderíamos ter e do que temos hoje estaremos apenas no início de pobreza de espírito.

Deixe uma resposta

Close Menu
Share This

Reino Milenar

Um estudo que vai revelar grandes mistérios por trás do retorno de Jesus e a nossa posição como reis e sacerdotes em uma jornada triunfante por mil anos na terra.

Crescendo nos Dons Espirituais

Esta matéria vai desenvolver o Espírito de revelação na vida do cristão, a fim de capacitá-lo para andar em maturidade nos Dons do Espírito. É o Espírito profético que desenvolve o testemunho de Jesus em nossas vidas e nos empodera, dando graça para amadurecermos e crescermos nos dons espirituais. Durante essas aulas vamos examinar os dons espirituais e aprender a executá-los melhor, andando em maturidade e liberdade para ministrar ao perdido, ao quebrado e à igreja.

A vida do Rei Davi

A jornada do Rei Davi nos trás grandes revelações que impactam nossa vida hoje, entre elas a revelação da misericórdia de um Deus que está comprometido com a nossa transformação ao contemplar a sua beleza.

Cantares de Salomão

A história de Cantares revela o Amor divino que produzirá um profundo amor no coração da igreja e levará ao amadurecimento do primeiro mandamento. O tema central no nosso estudo será a jornada espiritual da noiva em ser atraída em intimidade com Jesus, e, então, correr em ministério, em parceria com Jesus e em parceria com os outros.

Sermão do Monte

Estudaremos o mais longo bloco de ensinamento deixado por Jesus, onde Ele deu conselhos sábios sobre oração, o Reino de Deus, como tratar outros e outros assuntos essenciais na vida do Cristão. Conhecido como a constituição do Reino de Deus, o Sermão do Monte apresenta um estilo de vida desafiador, mas que resultará em recompensas eternas.

A Majestade de Cristo

Um estudo que explora o grande mistério do homem Deus, e a maravilha da preexistência de Cristo, que se fez carne, viveu, morreu, ressuscitou, ascendeu e retornará. Jesus continuará sendo o homem mais polêmico da história, compreender as suas verdades o levará a permanecer firme em um tempo de tanto engano a respeito de quem Ele é.

Descobrindo a Beleza de Deus

Deus pode ser entendido. Conhecimento de Deus não é só uma lista de atributos, mas a revelação de sua majestade, onde anjos, seres viventes e anciões o adoram. Este estudo dará ferramentas para que você vá mais fundo na revelação da Beleza de Deus e seja fascinado dia a dia por Seus atributos.

Conexão com Deus

Todo cristão foi convidado para uma conversa íntima com Deus. Parte do seu coração só será satisfeita quando o Amor divino lhe tocar. Essa conexão divina é essencial para produzir frutos na sua vida e maximizar o seu chamado.

Vida de Oração

Ter uma vida de oração é possível. Jesus demonstrou, através de Sua vida a necessidade e as recompensas de uma profunda vida de oração. Através de passos práticos e da revelação do poder da oração o indivíduo pode embarcar em uma jornada por toda sua vida para aprender a orar.