Em um mundo tão egoísta e cheio de individualismo, como saber que é possível existirem amigos mais chegados que irmãos?

Neste texto quero falar sobre amizade, sobre como ser família. Sobre como ter comunhão e ser parte do Reino através dos amigos que Deus colocou em seu caminho.

Costumo dizer que amizade é uma via de mão dupla, ou seja, existem dois sentidos: o seu e o da outra pessoa.

Isso quer dizer que ninguém é amigo sozinho e que precisamos do outro.

Precisamos entender que sim, Jesus deu muita importância para a amizade. Não sei você, mas eu queria ter vivido quando Jesus estava andando pela terra. Sem dúvidas, faria o que tivesse ao meu alcance para que fossemos amigos.

Jesus mostrou a importância de amigos mais chegados que irmãos, tanto que Ele chorou ao saber da morte de Lázaro. Mesmo sabendo que a morte de Lázaro tinha um propósito, Jesus ainda assim teve uma reação normal de uma pessoa que ama seus amigos.

Nosso mestre entendia a importância da amizade.

Jesus pois, quando a viu chorar, e também chorando os judeus que com ela vinham, moveu-se muito em espírito, e perturbou-se. E disse: Onde o pusestes? Disseram-lhe: Senhor, vem, e vê. Jesus chorou. João 11:33-35

Que tipo de amigos você tem?

Amizade fala de comunhão, de doação, de se importar ao ponto de renunciar seus interesses pelo bem do outro.

Acredito que atraímos o tipo de amigos que temos sido, então pense em que tipo de amigo você é e observe a sua vida.

Jesus é o nosso modelo para todas as coisas, e Ele olhou para quem ninguém olharia. O Senhor não escolhe ser somente amigo daqueles que são populares ou mais interessantes.

Jesus chamou os mais improváveis e os fez andar juntos como família.

Então, isso nada difere do que temos hoje e chamamos de igreja.

Vemos pessoas diferentes unidas por um único Deus, fazendo o que Ele nos pediu para fazer.

Eu os fiz conhecer o teu nome, e continuarei a fazê-lo, a fim de que o amor que tens por mim esteja neles, e eu neles esteja” João 17:23

Somos parte de um Reino

A Bíblia nos conta alguns exemplos de amigos e de comunhão: Noemi e Rute, Jônatas e Davi e até mesmo o que Moisés viveu com Josué.

Precisamos aprender a importância de sermos parte de um Reino e nos importarmos com aqueles que também o fazem.

Quando entendermos isso, viveremos o segundo mandamento na essência.

Igreja é muito mais que ir aos cultos em um domingo. Isso é religiosidade.

Ser igreja é abraçar as causas uns dos outros, é se importar e caminhar milhas e milhas ao lado do seu irmão porque ele não consegue continuar sozinho.

“Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo.” (Gálatas 6:2)

Quero dividir um testemunho

Um dos meus maiores sonhos era de uma forma mais efetiva tocar as nações e isso não teria sido possível sem meus amigos, que são mais chegados que meus irmãos.

Eles se moveram como se o sonho fossem deles também.

Amigos de verdade nos posicionam diante do que queremos. Eles ainda nos incentivam a crer quando não estamos vendo nada.

Hoje estou diante do começo da jornada de tocar as nações e não teria sido possível sem cada um dos meus amigos.

Olhe à sua volta e saiba, amigos mais chegados que irmãos existem. Observe e decida ser um amigo fiel para alguém, ou para muitos, e então você viverá uma comunhão real.

 

Dudi Aline

Nascida no Rio Grande do Sul, mas missionária em tempo integral há três anos, na Florianópolis House of Prayer, Dudi acredita que do lugar de oração podemos mudar as circunstâncias. Apaixonada pelo mover profético e pelas nações, tem doado seus dias para que a realidade dos céus invada a terra e o sobrenatural se torne parte de cada um que está ao seu redor.

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar