Esse é um período do ano em que muitos cristãos refletem sobre fé. Pois, foi na sexta-feira santa que a maior prova de amor foi demonstrada à humanidade. A prova de amor de um Deus Criador que não desistiu de sua criação, e também a prova de obediência de um Filho, que esvaziando de si mesmo, se entregou como sacrifício, a fim de devolver a esperança da reconciliação, através de sua morte e ressurreição.

Dificilmente haverá alguém que morra por um justo, embora pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda, por meio dele, seremos salvos da ira de Deus!Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida! Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação. Romanos 5: 7-11

Os efeitos da cruz

Falar sobre Páscoa é falar sobre cruz, esperança e ressurreição. Cruz, foi aonde vimos as medidas do amor de Deus por nós, sua criação. Cruz, foi onde vimos a obediência do Filho de Deus nos dando acesso à vida eterna. Cruz, foi às boas-vindas do derramar do Espírito Santo sobre toda a carne. Cruz, foi onde a maldição da primeira árvore se transformou em benção.

A esperança foi restaurada em nós na Páscoa. Nada podia ser feito, e um inocente precisaria morrer. Mas qual ser humano suportaria a ira de Deus? Qual homem suportaria o peso de culpa do pecado de toda humanidade? Que homem seria considerado puro? No decorrer da história dos Judeus, vemos que eles eram ensinados que um inocente precisaria morrer:

E quando vossos filhos vos perguntarem: Que significa este ritual? Respondereis: Este é o sacrifício da Páscoa do SENHOR, que passou sobre as casas dos israelitas no Egito, quando feriu de morte os egípcios e livrou as nossas casas. Então o povo inclinou-se e adorou. Êxodo 12: 26-27

Eles já cresciam sabendo disso. Deus já vinha anunciando que a salvação chegaria, a esperança viria. Mas que esperança é essa? A ressurreição dos mortos. Falar de Páscoa é saber que um homem foi capaz de cumprir todos os requisitos para levar nossa culpa.

Porque, assim como a morte veio por um homem, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. Pois, assim como em Adão todos morrem, do mesmo modo em Cristo todos serão vivificados. 1 Coríntios 15: 21-22

O significado da Páscoa

O significado da Páscoa é muito além do que é retratado nos dias atuais. A Páscoa afeta toda a história. Pois, aquele momento foi o ato crucial de toda a obra que o Pai determinou para o futuro da humanidade e de toda criação. Na Cruz, Jesus é o símbolo do homem que mediou entre o céu e a terra, entre o passado e o futuro. A Cruz desfez o muro que nos separava de Deus. Foi na Páscoa que o cordeiro se entregou em misericórdia. Foi também na Páscoa que Ele ressuscitou, rugindo como um leão em Justiça Divina. Os que abraçam a cruz recebem essa misericórdia, do contrário, estarão abraçando juízo.

Portanto, ao comemorarem a Páscoa, agradeçam e celebrem! A morte foi só o começo. A ressurreição nos aguarda.

A vida estava nele e era a luz dos homens. João 1: 4

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho

Fechar